quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Prefácio

Sou uma pessoa de tarde, duas de noite e três ou quatro de madrugada – de manhã estou a dormir. Quando as pálpebras cedem começo a ver fábulas, tingidas a raciocínio pendurado e sem juízo. Ou seja, uma pessoa perfeitamente normal como qualquer um de nós, com a diferença de me dar ao trabalho de escrever sobre isto.
Neste transe desconcertante, claro, reina a lei do mais idiota e ninguém percebe muito bem o que se passa. Mas está tudo bem, porque aqui as dúvidas aceitam qualquer justificação.
Uma palavra em especial para a minha antiga equipa na blogosfera.
Depois do projecto idealista enquanto banda, o crescimento que leva aos projectos a solo. Não a desintegração, mas o crescimento necessariamente individual que terá sempre por base uma plataforma de onde tudo nasceu.
O reencontro está marcado.
Um pontapé com algum desvio para vocês.

Rui Coelho

4 comentários:

JAC disse...

Bem vindo amigo :)

prometo estar atenta...

Beijinhos

raffaella disse...

Estou ansiosa para receber mais palavras tuas...poças já tinha saudades de te ler.

djazzistik disse...

Muito gosto em visitar o seu castelo e.. em receber a bola nesse desvio de pontapé ;)

Desintegração, de facto, nunca.. mas sim esse "crescimento necessariamente individual que terá sempre por base" o nosso desvio de olhares de distintos cavalheiros.. de quem mais tarde partirá a vontade de uma nova união.

Vindo dos meandros da info-exclusão, finalmente te vejo por aqui.. prometendo fielmente ler as bôrras do teu café.

Fica a presença nos meus links como the «Rabbit's Scottish Castle» e que tires proveito da blogosfera.

Abraço ()

PS: Também tu metes esta porra de "word verification" ... deixa-te disso pá.. mas pronto, toma lá o que recebi com este comment: «ztqqczbi» Que dizes? Suarii ou nepalês à moda antiga..?

querercoisasimpossiveis disse...

Este djazzistic, já por aqui anda? Vai-te embora ó João "bolinhos-na-João XXI"!!!

Um abraço com algum desvio!