sábado, 3 de janeiro de 2009

Bom dia, Médio Oriente



A memória: espelho fiel, ou sombra com vida própria? A dúvida persiste, ainda que o israelita Ari Folman, hoje realizador, ontem soldado, procure em Waltz with Bashir precisos esclarecimentos sobre o massacre das aldeias de Sabra e Chatila, durante a primeira invasão de Israel ao Líbano - onde, crê, ajudou, de 16 a 18 de Setembro de 1982, a matar centenas - milhares? - de refugiados civis palestinianos. Folman esquecera o que agora, plim!, recalcado, regressou. Esta é uma viagem ao fundo do que parece, mas ninguém sabe se verdadeiramente é, numa região com a terrível consciência daquilo que nunca terá: paz.

2 comentários:

djazzistik disse...

Tenho de ir ver =P

M. disse...

quero mesmo ver isto.