terça-feira, 14 de junho de 2011

Uma mulher é sempre algo mais

Invenção Colectiva, René Magritte (1933)

Em cada ideia um espectáculo de pirotecnia. A piada mais afiada: minha, tua, de quem apanhar.

A estratégica autocomiseração. A gargalhada para baixo, para o lado, para qualquer direcção menos na de quem a faz rir.

O vício, a facilidade de ser feliz (e para os outros o contágio de presente).

Astúcia na pose. Aqui agradável. Saber estar. Ali tresloucada. Disponível para se deixar ir. Sempre à altura do momento.

Viver o sonho quando outros sonham a vida.

A máscara certa no momento oportuno. Actriz. Portuguesa. Tanto.

Pouco talento na arte da mentira. Confiável.

Pé de dança fácil.

O melhor sentido de humor.

O mesmo radar de interesses.

O mesmo tipo de perdições.

A mesma cura.

O vinho. A revolução.

Companhia perfeita;

Corpo compacto, harmonioso, escondido.

Maçãs do rosto na primeira fila. Seios pequenos e bonitos. Pele seca.

Sem vaidade.

Poucos cavalos a galopar no peito. Observadora ao detalhe. Esperteza felina.

Os primeiros cabelos brancos (“não vejo nada, és maluca”). Os primeiros traços de preocupação no rosto. A paz que é pedido de socorro amordaçado atrás das lentes.

A curva de Miss Reef no lombo. Dunas sem publicidade. Nunca tão sedutora quanto possível. Pudor sobre o prazer.

Mais bela com mais pele à vista.

Falta-lhe o cheiro de mulher.

6 comentários:

Martini Bianco disse...

Eh lá. Carece sempre de duas leituras fora as imensas leituras nas entrelinhas que tu codificaste.

Andas bem entretido :)

Di Almeida disse...

Era mais vulgar alguém preencher este texto com uma sereia em vez de Magritte (L)

Mentiria com todos os dentes se te dissesse que é um orgulho ser mulher. Sei lá se é...E ser homem?Não é um orgulho também?
Sinto-me bem sendo mulher mas quando era mais nova desejava todos os dias ter nascido homem porque podiam fazer xixi em arbustos e postes sem se esconderem, podiam partir corações e sujar as calças na terra.
Depois descobri que, mesmo sendo mulher,também podia fazer isso e que temos vantagens que os homens nem imaginam.
Um beijo *

pink poison disse...

Só não gostei da última frase...

Rui Coelho disse...

Martini: então é uma espécie de dois em um, bolo com recheio!

Di: tenho um amor tremendo pela minha avó, que desde sempre quis ser homem, logo ela, que é uma grande mulher. confusa? *

pink poison: nem eu.. nem eu.

Di (com preguiça de fazer login) disse...

Esclarecida. :)

Isis disse...

Preciso de um tradutor porra! Vou ler outra vez. Volto já :)